E se os órgãos de comunicação social vendessem “worshops” de jornalismo aos leitores?

O The Tyee’s, um pequeno jornal online em Vancouver, vai organizar um conjunto de workshops para os seus leitores. Os formadores serão profissionais que contribuem para a criação do jornal e procuram oferecer aos leitores uma experiência no mundo do jornalismo e da comunicação. Os temas vão desde jornalismo de investigação a comunicação de campanhas. O objectivo, além da receita, é o de aprofundar a relação com a sua comunidade de leitores.

Eis a descrição, por Justin Ellis no Nieman Journalism Lab:

The Tyee’s classes are made up of seven weekend courses led by the site’s staff and contributors. Topics range from photography and memoir writing to document sleuthing and how to run low-budget political campaigns. (No intermediate Spanish or “release the poet in you” course.) The two-day workshops range in price from $195 to $395, and promise small classes that will give emphasize some type of hands-on training that will give people something more than a vague sense of accomplishment by Monday morning.

Esta é um forma de fazer algum dinheiro mas, talvez até mais do que isso, ensaia uma tentativa de aprofundar a relação entre o jornal e os seus leitores em torno de interesses e experiências comuns. De volta a Ellis:

“There’s a very real philosophy here at the Tyee of trying to be more than a one-to-many publication, but trying to open ourself up and be a positive member of the community,” Tyee editor David Beers told me. “That would be the high idea of it. We also want to make money.” Journalism produces knowledge, but it can also produce skills and information useful in civic life. “Anytime we offer a class we want to offer people an opportunity to up their skills to be more effective,” Beers said.

The Tyee also wants to build a stronger bond between the publication and its community — something a couple days in close proximity with the person behind a byline can accomplish. While the Tyee strives to grow its audience, Beers said they’re realistic in knowing it appeals most to a limited niche. That makes it more important to maximize the value of those relationships.

Será que cá funcionaria?

Esta entrada foi publicada em Crise internacional, Crise nacional com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s