“El Mundo” vai despedir um terço da redação

O jornal espanhol “El Mundo” anunciou na sexta-feira que está a preparar um despedimento coletivo de um terço dos seus 600 colaboradores.

O programa de despedimento colectivo (‘expediente de regulación de empleo’, ERE) será apresentado formalmente aos trabalhadores no próximo dia 7 de maio, e deverá ter como objectivo a saída dos quadros do El Mundo de entre 195 e 220 colaboradores, de acordo com a comissão de empresa nas redes sociais e vários títulos “online” espanhóis. A direcção da publicação justificou a decisão como uma forma de restruturar as bases do diário, e como única resposta possível à forte queda de receitas. De acordo com o ‘site’ PR Prensa, os departamentos mais afectados serão as delegações do El Mundo, onde se prevê que o programa de despedimento colectivo corte mais de 60% dos recursos humanos atuais. In LUSA

A assembleia de trabalhadores decidiu convocar uma greve da redação em Madrid para 11 de maio e outras greves parciais de duas horas, a 7, 8, 9, e 10 de Maio. O “El Mundo” emprega 500 jornalistas e outros 100 colaboradores. É o segundo maior jornal espanhol em tiragem.

Esta entrada foi publicada em Crise internacional com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s