ERC vai dizer que “pressão ao Público” foi “inaceitável”

O Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) prepara-se para discutir hoje a proposta de deliberação no caso das pressões do ministro Miguel Relvas sobre o Público.

Segundo apurou este diário, o texto vai considerar que “houve uma pressão inaceitável sobre o jornal”, observando, ao mesmo tempo, que esta pressão “não pode ser considerada ilícita”.

As conclusões preliminares suscitaram críticas no seio do Conselho Regulador, “pelo que se espera que hoje sejam apresentadas várias propostas de alteração e prevê-se que depois da votação existam declarações de voto”, adianta ainda o Público.

Esta entrada foi publicada em Jornalismo com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s