Vaticano contrata jornalista da Fox para chefe de relações públicas

As relações entre o Vaticano e os media vão ter a partir de agora um novo responsável: Greg Burke, até ao início da semana correspondente para a Europa e o Médio Oriente da Fox News, foi contratado pela Santa Sé para uma função até aqui inexistente, a de “principal conselheiro de comunicação”. Burke vive há anos em Roma, onde já escreveu para a revista Time e para a agência Reuters, e é membro da ordem religiosa conservadora Opus Dei.

Burke, que segundo a CNN já comparou o novo cargo ao do director de comunicação da Casa Branca, vai responder directamente ao arcebispo Angelo Becciu, terceiro homem na hierarquia do Vaticano e adjunto do cardeal Tarcisio Bertone, o secretário de Estado.

A semana passada, Bertone, o “número dois” do Vaticano acusou os jornalistas de terem tentado “imitar Dan Brown” na cobertura que fizeram do escândalo conhecido como VatiLeaks, um caso que envolve fugas de documentos sensíveis, incluindo cartas escritas a Bento XVI – o mordomo do Papa já foi preso na sequência desta investigação, lembra o jornal The New York Times. Bertone disse que os media estão repletos de “mesquinhices e mentiras”

Durante grande parte do actual pontificado, o Vaticano não teve uma estratégia de comunicações unificada, com vários departamentos a trabalharem de forma isolada e até a esconderem decisões uns dos outros.

Ao mesmo tempo, têm-se sucedido casos difíceis de gerir do ponto de vista mediático, das fugas de informação aos processos que envolvem próximos do Banco do Vaticano (em Maio, o director da instituição, Ettore Gotti Tedeschi, foi afastado por “abandono do dever”), passando por denúncias de abusos sexuais. Na sexta-feira, escreve ainda o New York Times, um antigo assessor de um cardial tornou-se no “primeiro alto responsável da Igreja Católica condenado por encobrir abusos de um padre sob a sua supervisão”.

“O Vaticano precisa de todo os conselhos de Relações Públicas que puder ter”, disse ao Washington Post o reverendo Thomas Reese, do Centro Teológico da Universidade de Georgetown. “Mais importante ainda, precisa de ouvir esses conselhos.”

Esta entrada foi publicada em Jornalismo com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s