Impala avança com novo despedimento coletivo

A Impala avançou com um novo processo de despedimento coletivo, que irá abranger 24 trabalhadores, 9 dos quais jornalistas. Segundo o Sindicato dos Jornalistas, é o segundo despedimento coletivo feito pela empresa este ano depois de, em janeiro, já terem sido afastados 30 trabalhadores (20 jornalistas)

“Os termos do processo agora em curso são preocupantes, uma vez que, no âmbito da discussão das compensações devidas, a empresa se recusa a garantir o pagamento designadamente de folgas em atraso e pretende liquidar as indemnizações até 36 prestações”, escreve o Sindicato dos Jornalistas, em comunicado. “Por outro lado, os dois processos de despedimento colectivo representam uma forte erosão na capacidade de trabalho da empresa e pode comprometer o seu futuro a prazo muito curto.”

A Impala detém as revistas “VIP”, “Nova Gente”, “Ana” e “Mulher Moderna”.

Esta entrada foi publicada em Crise nacional, Jornalismo com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s