‘Silly season’

Este ano, a estação tola chegou antes de começar Agosto. A 27 de Julho, mil milhões de pessoas em todo o mundo sintonizam as televisões para ver a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Londres. Por volta das 00:30, as câmaras da Sky News captam imagens de um objecto voador não-identificado junto ao Estádio Olímpico. E o que é que a imprensa britânica faz no dia seguinte? Lança, claro está, o debate sobre uma possível invasão extraterrestre. Alguns tablóides, com o Examiner na linha da frente, começam nesses dias a desenvolver uma teoria que o Guardian já tinha lançado em dezembro de 2010: que os Jogos Olímpicos de Londres podiam muito bem fazer parte de uma conspiração alienígena para dominar o mundo.

Rigor, isenção, construção de uma cidadania esclarecida. Esta é a regra jornalística, mas a regra jornalística não se aplica no verão. A BBC diz que esta é a melhor altura para as agências de comunicação colocarem notícias na imprensa, sem qualquer tratamento jornalístico. A relevância dos acontecimentos é muito discutível. As garantias de imparcialidade também.

A 9 de Agosto, o Diário de Notícias publicava uma suposta notícia sobre Assunção Esteves frequentar a praia de biquíni. O site e do Facebook do jornal encheram-se de comentários de leitores, criticando o valor e a pertinência da informação. Ou seja, foram os cidadãos que criticar o jornal por não estar a cumprir a sua missão básica: informar.

A teoria dominante nos meios de comunicação social é que, no verão, o público quer leituras leves. Ora o verão é precisamente a altura em que as pessoas têm mais tempo para ler grandes reportagens, trabalhos de investigação, jornalismo de profundidade. Ao oferecer informação sem relevância, sem rigor e sem qualquer contributo para o esclarecimento da opinião pública, os jornais expõem as maiores fragilidades na precisa altura em que os leitores lhes prestam mais atenção. E isso pode sair caro.

Esta entrada foi publicada em Jornalismo, Uncategorized com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a ‘Silly season’

  1. Pingback: O euro bem gasto | O Informador

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s