Comissão de Trabalhadores da RTP teme despedimento de 800 pessoas

A Internet está borbulhar com reacções às notícias sobre o futuro da RTP. Em comunicado, a Comissão de Trabalhadores da televisão pública mostrou-se revoltada com o anúncio feito por António Borges – a RTP deverá ser concessionada a um operador privado e a RTP 2 é para fechar – e diz temer uma enorme onda de despedimentos.

Mais se afirma que o canal concessionado conservará 1.500 trabalhadores ou, dito de outra forma, despedirá, para começar, apenas uns 800. E o silêncio sobre a rádio não augura nada de bom

E não pomos as mãos no fogo, porque tudo pode ser ainda pior: o canal que se pretende concessionar, mesmo com taxa audiovisual, perderá as duas outras fontes principais de financiamento e terá desde a origem o desenho de um canal residual – mero tapa-rabos para o incumprimento da Constituição no que diz respeito ao SPT. E, num canal residual, não ficarão 2.300 trabalhadores nem 1.500.

Leia aqui o comunicado completo.

Esta entrada foi publicada em Crise nacional com as etiquetas , , , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s