Sobre Mário Crespo e o direito de resposta

O verniz estalou ontem. Mário Crespo andou duas semanas a despedir-se dos telespectadores do Jornal das 9, na SIC Notícias, com a frase: «Passou mais um dia e a RTP custou mais um milhão de euros ao contribuinte» A Comissão de Trabalhadores da RTP não gostou e apresentou queixa do jornalista e do operador.

Há pouco mais de um ano, o Expresso noticiava um polémico convite do ministro Miguel relvas a Crespo para a delegação da RTP em Washington, que haveria de cair em Janeiro deste ano. Ontem, perante as acusações de manipulação da informação, Crespo defendeu-se assim, no final do Jornal das 9.

Os meios de comunicação social estão obrigados ao direito de resposta. Mas pode um jornalista que se sente lesado ocupar espaço de antena a veicular a sua visão, sem noticiar integralmente o ângulo de quem se queixa?

Em 1954, o jornalista norte-americano Ed Murrow denunciou as práticas persecutórias e o clima de medo criado pelo senador McCarthy. Estávamos no tempo do pós-guerra, a caça às bruxas anti-comunista era feroz. Depois de uma reportagem rigorosa, McCarthy acusou Murrow de conspirador e comunista. Murrow deu-lhe tempo de antena e nada contestou em directo. Uma semana, replicou assim.

Uns anos mais tarde, Murrow haveria de escrever que, se não tivesse dado voz integral ao senador do Wisconsin, nunca poderia tê-lo derrubado. O público precisa, afinal, de informação independente para poder tomar uma decisão consciente.

Não cabe aqui fazer a discussão do que disse Crespo. Mas importa ver que Crespo defendeu-se das acusações, mas não as difundiu. E, se o jornalista defende que foi rigoroso e apenas narrou factos, já não tem defesa quando o discurso se centrar numa das mais basilares regras da profissão: a proporcionalidade.

Esta entrada foi publicada em Deontologia, Jornalismo com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s