“Público” avança com rescisões de trabalhadores mas não confirma números

A direcção do jornal “Público” nega que estejam a ser negociadas 100 rescisões de funcionários, como foi ontem noticiado. Não nega, contudo, que estejam em causa despedimentos. A direcção do “Público” já está a contactar vários trabalhadores com vista a rescisões amigáveis. “Não é verdade que haja planos para a rescisão de 100 trabalhadores do Público”, disse, por e-mail, a directora Bárbara Reis, ao Negócios.
Esta entrada foi publicada em Condições laborais, Crise nacional, Jornalismo com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s